Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Plágio...mais um!

O conteúdo deste post, já começa a ser habitual nos últimos tempos. Um jornalista da Imprensa Escrita a plagiar conteúdo, ou então não e é só coincidência.

Alertado por mail da Siri, chegaram à minha "mesa de trabalho", dois links que falam sobre as propostas que a Ford tem recebido para a venda da Jaguar e da Land Rover.

O primeiro link é da CNBC: http://www.cnbc.com/id/19841581

O segundo link é do Diário Económico: http://diarioeconomico.sapo.pt/edicion/diarioeconomico/internacional/empresas/pt/desarrollo/1018379.html

A título de exemplo deixo-vos a introdução dos dois textos:

Texto CNBC:
"Ford Motor is expected to receive opening bids on Thursday for its Jaguar and Land Rover brands from a number of companies including private equity firms and other automakers, the New York Times reported on Thursday, citing people with direct knowledge of the situation."

Texto Diário Económico:
"A construtora automóvel norte-americana deverá receber propostas de compra pelas marcas Jaguar e Land Rover por um conjunto de interessados do que fazem parte fundos de investimento e outras construtoras, adianta a edição de hoje do ‘New York Times’ citado pela Reuters."

Se repararem, ao lerem a notícia "portuguesa", a CNBC, nunca é referenciada, apesar da cópia e tradução do textos, referindo que as fontes são o "New York Times" e a "Reuters", tal como na notícia original.

Quero acreditar que o senhor jornalista Tiago Figueiredo Silva, conseguirá muito mais do que isto e quero acreditar que o jornalismo em Portugal é muito mais do que um simples copy/paste e respectiva tradução para Português.

Até na blogoesfera, consigo ler milhares de artigos, com referências externas, mas pelo menos, os bloggers, têm o cuidado de citar e indicar qual a fonte, não se ficando pelo simples copy/paste que assistimos no exemplo que referenciei neste post.

Assim, meus amigos, não tenham dúvidas que cada vez mais, a blogesfera ganhará uma posição de destaque no universo da comunicação, tirando naturalmente algum relevo, nomeadamente à Imprensa Escrita, que está num tremenda crise.
publicado por Phil às 11:51
link do post | comentar |

Creative Commons License

|
17 comentários:
De siri a 20 de Julho de 2007 às 12:35
És tão politicamente correcto.
(^^,)
De Claudio Franco a 20 de Julho de 2007 às 13:10
A notícias é da Reuters.
De Phil a 20 de Julho de 2007 às 14:37
Pois...mas o texto é copy/paste da CNBC e essa é que é a questão.
De Carlinhos a 20 de Julho de 2007 às 15:04
The Ford Motor Company (F.N: Quote, Profile, Research) is expected to receive opening bids on Thursday for its Jaguar and Land Rover brands from a number of companies including private equity firms and other automakers, the New York Times reported on Thursday, citing people with direct knowledge of the situation.
http://www.reuters.com/article/businessNews/idUSN1935681720070719

A notícia é da Reuters man! Não digas disparates... procurando bem, vais encontrar n "plagios" por essa net fora de noticias da Reuters. É como cá com a Lusa.

Agora aproveita e acusa a CNBC de plagiar a Reuters.
De Phil a 20 de Julho de 2007 às 15:44
Vou voltar a repetir...o que está em causa não é o estupor da notícia, mas sim a tradução do texto.

Que a notícia é da Reuters já todos sabemos, não é preciso teclarem novamente uma informação que todos nós sabemos, para além de vir no texto.

Volto a referir que o problema está na copia/tradução, do texto que está na CNBC. Pelo menos esse, refere que a notícia é do "New York Times", que cita a Reuters.

Há dúvidas???
De Carlinhos a 20 de Julho de 2007 às 16:06
Há.

Ou seja... a CNBC copiar a notícia da Reuters não há problema. O desgraçado do tuga que copiou já tem ?
Situações destas com a Lusa cá em Portugal são todos os dias.
De Phil a 20 de Julho de 2007 às 16:13
Repito, estou a falar de copy/paste da notícia...mas a resposta segue em post.
De siri a 20 de Julho de 2007 às 17:24
Caro Claros,
Se ler melhor o texto, não é isso que está a ser focado.
Se reparar, são levantadas questões de direitos não só de autor, mas a forma como a notícia é apresentada.

1º. As notícias são muitas vezes retiradas de outros locais, mas mediante apresentação de Copywrite - o que NÃO aconteceu no D.E.

2º. A notíca no D.E. é uma traduçã integral da CNBC, ou seja, não houve o cuidade de pesquisa nem sequer de trocar a ordem da frase. Foi como transportar a informação para o tradutos da Altavista e clicar em "tradução".

3º. A CNBC copiou a notícia, mas NÃO á forma apresentada.
No D.E., como já mencionado "1300 vezes" foi cópia da notícia e da forma.

Se depois disto, o Carlos, continuar a achar que é normal fazer copy/paste, principalmente pela Imprensa, sinceramente, mas explicita que isto, não consigo ser.

Fique na sua, que nós ficamos na nossa.
De Carlinhos a 20 de Julho de 2007 às 18:09
Ah, portanto defende o plágio... mas desde que não dê nas vistas. O problema foi a copia descarada sem alterar nada, devia ter dado um jeitinho para não se notar. Ahhhhh
De Phil a 20 de Julho de 2007 às 19:10
Caro Sr. Carlinhos,

Há um enquadramento legal sobre esta matéria que abrange quer a parte do conteúdo, quer a parte da tradução.

Portanto, estamos perante duas violações. Cópia do conteúdo e tradução do mesmo.

Segundo a sua opinião, devemos fechar os olhos à primeira violação...que dizer da segunda violação.

Se tem dúvidas, há uma publicação da Porto Editora sobre "Direitos de Autor", consulte-a.

Obrigado
De siri a 20 de Julho de 2007 às 19:42
Caro Carlos,

Apenas leu a parte final do meu comentário! -_-''
Assim não vamos lá....
De Marco a 20 de Julho de 2007 às 20:57
Dizer que é plágio é um bocadinho exagerado e demasiado 'pesado'. Um jornalista ir buscar um texto original, seja ele qual for, e apropriar-se dele sem autorização ou sem citar a fonte, isso é plágio. Há casos em que leio alguns textos, sobretudo de ciência, e reconheço artigos da Wired traduzidos ou, se me der ao trabalho, mesmo páginas da Net normais. Basta colocar-me no lugar deles e pesquisar como eles fizeram.
Apropriar-se de uma notícia cuja origem está numa agência de informação revela talvez mais preguiça que desonestidade.
Pode ter-se dado o caso (o que é vulgar) de o jornalista ter sido forçado a escrevê-la em cima da hora e de ter decidido cortar caminho, isto é, em vez de ir ao take original da Reuters e fazer o seu próprio trabalho de interpretação/síntese/tradução, decidiu aproveitar uma notícia em que tanto a interpretação como a síntese já estavam feitas. Limitou-se apenas a traduzir.
O erro, na minha opinião, foi não ter mencionado a CNBC como fonte. Bastava isso e se calhar não existiria este post onde o nome dele se encontra exposto. Tanto pode ter sido por distracção ou pressa como por má consciência, mas teria sido preferível citar a fonte correcta. Que lhe sirva de lição.
Mas plágio, desculpem-me, é demasiado forte.

De siri a 20 de Julho de 2007 às 17:27
E se
"Situações destas com a Lusa cá em Portugal são todos os dias", mais razão nos dá.
De Levi Figueira a 21 de Julho de 2007 às 04:05
Sinceramente até compreendo com o conteúdo da crítica do "Carlinhos" (se bem que não com o modo!).

O Diário Económico pode ter traduzido a notícia directamente do site da Reuters... E o trabalho de tradução ter levado a um texto idêntico ao inglês da CNBC...

Claro que não estou a levar em conta OUTROS casos, mas já vi casos como o que referi aconterem com outras publicações que se desconheciam mutuamente e os textos traduzidos ficariam idênticos...

Mas também concordo com a crítica ao plágio, se bem que não queira usar essa palavra pela seguinte razão: os organismos de imprensa PAGAM assinaturas de agências noticiosas para terem acesso às notícias "em directo" e a permissão de as copiarem, caso desejem, para os seus meios de comunicação... Como já referi, pode não ter sido o caso, mas no que respeita a notícias, serviços noticiosos, e "breves", recuso-me a usar a palavra plágio.. Ao fim ao cabo, quanto pode ser alterado numa notícia de 100 palavras??? São jornalistas não poetas/escritores (apesar de alguns *pensarem* que são...

Já no que respeita a artigos de opinião, artigos de fundo, textos aprofundados, etc... acho bem que se exponham e julguem em lugar próprio!

No hard feelings, ok? :)
Abraço Phil (e Siri)
De dottoratoamilano a 22 de Julho de 2007 às 13:38
Não consigo compreender o ânimo leve com que certos comentadores deste post levaram a situação. Principalmente por defenderem uma coisa que nem estava em causa, era basear as notícias nas agências noticiosas.
Acho que é mais ou menos claro o papel da Reuters/Lusa: grandes agências noticiosas que facilitam o trabalho aos outros jornalistas. Mas chegam? Não. Para isso, teríamos os jornais todos iguais em Portugal, por exemplo, com notícias todas iguaizinhas às da Lusa. A ideia não é escrever por palavras tuas, Carlinhos, para que não se perceba que a notícia vem da Lusa. A ideia é usar a notícia da Lusa para escrever um texto ainda melhor (e, obviamente, não se pode fazer copy paste).
Outra coisa foi o que fez o "jornalista" (aspas postas de propósito) do DE. Podia ele ter escrito a sua notícia BASEADO na notícia da Reuters (por exemplo, adaptando a notícia aos leitores e ao estilo do DE - não se tratando de disfarçar um "plágio"). O que ele fez foi agarra numa notícia de outro jornal, e traduzi-la! Como é possível que isto não escandalize ninguém toda a gente!?!?!
Uma coisa é fazer o que faz o Blitz: compra artigos da Rolling Stone (por exemplo) e traduz tudo (com referência no fim!!!). Outra é roubar artigos.
Comecemos todos a escrever crónicas nos jornais, traduzindo de outras estrangeiras (lembram-se da história?), comecemos a escrever teses com introduções teóricas copiadas de teses estrangeiras. Qual é o problema, não é?
De Levi Figueira a 23 de Julho de 2007 às 02:12
Caro "dottoratoamilano"

Penso que fui claro quando falei que acho mal acusar-se de plágio em notícias BREVES... Claro que quando falamos de artigos de opinião ou "teses com introduções teóricas" e/ou "crónicas nos jornais" o caso é grave!
O caso do "plágio" É GRAVE! Mas acusar de plágio tudo e todos retira importância aos verdadeiros e gravíssimos casos de plágio.

Reitero o facto de que no âmbito do jornalismo noticioso, o plágio é algo muito... sui generis. E é preciso ter cuidado antes de acusar alguém de tal coisa!
De dottoratoamilano a 24 de Julho de 2007 às 13:47
Caro Levi:
"E é preciso ter cuidado antes de acusar alguém de tal coisa"
Claro, por isso existe a LEI (ver comentário acima do Phil)

Comentar post

Feeds RSS

Subscrever Feed


AddThis Feed Button

E-Mail

. Contacto E-Mail

Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
23
24
25
26
27
29
30

posts recentes

Adeus, Bom Ano Novo e Até...

Tudo o que começa...acaba...

Mais um breve regresso...

Breve regresso...

Pronto...já está!

Top10 das Geeks mais....Q...

Top10 das Geeks mais....Q...

Blogs do Sapo e o Flickr

Top10 das Geeks mais....Q...

Top10 das Geeks mais....Q...

Projectos

. Dr. MacPhil

Links

. 3 Grandes Portugueses

. 321 Dizpara

. A Tasca do Teixeira

. animeplanetateam

. Até ao Fim do Mundo

. Benjamim Silva

. Blogfólio

. Cineblog

. Cinemabox

. Confissões de uma Mulher de 30

. Corpo Dormente

. De Rerum Natura

. DesBlogueador de Conversa

. Dias Úteis

. Dottorato a Milano

. Edição Extra

. Espero bem que não...

. FotoWolfie

. Há Vida em Markl

. Jonasnuts

. Karlus

. Kriticinema

. Livros à Volta do Mundo

. Mente Positiva

. Menos um Carro

. O Outro Lado dos Comics

. Os Novos Pornógrafos

. Orange Clouds

. Salvo Erro

. Sapo Blogs

. Sedativo para a Mente...

. sixhat pirate parts

. Sokedih

. SUBURBE

. The Third Place

. Viciado em Cinema e TV

. WWE

. ZARP.blog

Podcasts

Feed RSS iTunes Feed RSS a MACacada

Feed RSS iTunes Feed RSS Apple Quick Tip of the Week

Feed RSS iTunes Feed RSS Blitzkrieg Bop

Feed RSS iTunes Feed RSS Caixilhos e Laminados

Feed RSS iTunes Feed RSS CommandN (H.264)

Feed RSS iTunes Feed RSS Cranky Geeks (H.264)

Feed RSS iTunes Feed RSS Diggnation

Feed RSS iTunes Feed RSS Diz que Disse

Feed RSS iTunes Feed RSS DL.TV (H.264)

Feed RSS iTunes Feed RSS duplo Impacto

Feed RSS iTunes Feed RSS Gear Media Tech

Feed RSS iTunes Feed RSS GeekBrief.tv

Feed RSS iTunes Feed RSS Gui Leite

Feed RSS iTunes Feed RSS Há Vida em Markl

Feed RSS iTunes Feed RSS iCali

Feed RSS iTunes Feed RSS Laboratolarilolela

Feed RSS iTunes Feed RSS lado B

Feed RSS iTunes Feed RSS Leo Laporte - The Tech Guy

Feed RSS iTunes Feed RSS Linha Avançada

Feed RSS iTunes Feed RSS Livro dos Porquês

Feed RSS iTunes Feed RSS MacBreak Weekly

Feed RSS iTunes Feed RSS net@nite

Feed RSS iTunes Feed RSS O Armário das Calças

Feed RSS iTunes Feed RSS O Horror Inominável

Feed RSS iTunes Feed RSS ptPodcast

Feed RSS iTunes Feed RSS Radio 538: Dance Department

Feed RSS iTunes Feed RSS Rocketboom

Feed RSS iTunes Feed RSS Salvo Erro: Snack TV

Feed RSS iTunes Feed RSS This Week in Tech

Feed RSS iTunes Feed RSS TSF - Pessoal e Transmissível

Feed RSS iTunes Feed RSS WebbAlert

Feed RSS iTunes Feed RSS Webnation

Feed RSS iTunes Feed RSS Windows Weekly

arquivos

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

pesquisar

 

Lifestyle

Hemingway Cascais

Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores da Bicicleta

omniwear.com



Technorati - Blogs that link here



Creative Commons License
Phil's Mind Spot by Phil is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
Based on a work at philmindspot.blogs.sapo.pt.
badge